Hérnia de Disco

Nossa coluna é composta de aproximadamente 32 vértebras, que são os ossos que a formam. Entre cada vértebra há um disco que serve como um amortecedor e também serve para dar a capacidade de movimento da nossa coluna, que apesar de ter ossos se move em todas as direções.

O mau uso que fazemos de nossa coluna como a má postura, o sedentarismo, excesso de atividade física, causas genéticas, fumo, má alimentação, pouca ingestão de água, excesso de peso, etc. leva a prejuízos que com o passar do tempo ela, então, inicia um processo de desgaste gradual. Varias são as regiões que podem se desgastar e quando esse desgaste atinge o disco pode provocar a HÉRNIA DE DISCO. A hérnia de disco é uma patologia de origem mecânica que atinge os discos. No interior do disco existe uma substancia chamada de núcleo, esse núcleo tem a consistência de creme dental. O desgaste gradativo do disco faz com que esse núcleo “vaze” para fora do disco e quando isso acontece ele vai se chocar contra os nervos da coluna, isso faz gerar a dor da hérnia de disco, e como os nervos da coluna se dirigem para as pernas e braços o paciente pode sentir irradiações tanto para as pernas quanto para os braços.

Os sintomas gerais das hérnias são: dor na região coluna (região baixa da coluna perto da bacia e pescoço), fisgadas nas costas, câimbras noturnas, irradiação para as pernas e braços, formigamentos nas pernas, braços, mãos e pés e amortecimentos. A dor pode ser moderada como também pode ser muito forte e impeça o paciente de caminhar e realizar atividades cotidianas.