0800 006 1500

ABF Associação Brasileira de Franchising
Doutor Hérnia | Tratamento de Hérnia de Disco
central de atendimento
0800 006 1500

DOR NA COLUNA É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE FALTA NO TRABALHO

A dor na coluna é um sintoma que pode aparecer por causas diversas. A região lombar é uma região importante da coluna vertebral, constituída por cinco vértebras que suportam grande parte do peso do indivíduo, dão flexibilidade ao corpo e é responsável por distribuir toda a carga ocasionada pela gravidade para as pernas.
A dor na coluna está entre os principais motivos de procura aos serviços médicos, e é uma importante causa de falta ao trabalho.

Principais causas: 

Quase sempre a dor na coluna é de origem mecânico-degenerativa.
• Dor muscular.
• Obesidade.
• Má postura de sentar, deitar ou carregar algum objeto pesado.
• Sedentarismo.
• Condicionamento físico inadequado.
• Trauma.
• Tumores.
• Causas relacionadas ao envelhecimento, como artrose.
• Outras vezes, pode ser causada por processos inflamatórios, infecção, hérnia de disco e até problemas emocionais.
A dor na coluna pode ser influenciada ainda por sono inadequado, sedentarismo e fatores psicossociais.
Uma das maiores causas da dor na coluna é a dor de origem mecânica, ou seja, aquela causada pela sobrecarga na musculatura e estruturas articulares e ligamentares da coluna lombar. Outra causa importante é a degeneração dos elementos que compõem a coluna, principalmente os discos intervertebrais, além de degeneração das articulações e ligamentos que estão presentes na coluna.

Principais sintomas:

A dor na coluna pode ser aguda ou crônica. A dor é considerada aguda quando dura até 15 dias. Na forma aguda a dor é forte e inicia-se repentinamente, geralmente após um esforço físico importante e é devido a causas musculares. É mais comum na população mais jovem e os sintomas tendem a desaparecer, com ou sem tratamento.
A forma crônica a dor é mais persistente, e geralmente dura mais de 15 dias. Em alguns casos, a dor pode ficar restrita à região lombar, e estar associada a degeneração das articulações e ligamentos da coluna, mas quando estão associadas a compressão de raízes nervosas, as dores podem se irradiar para os glúteos, a coxa, a perna e/ou o pé, dependendo do nervo que estiver sendo comprimido.
A história clínica é fundamental para o diagnóstico correto e leva em consideração as principais características da dor, tempo, duração, se a dor é em choque ou queimação, quais movimentos pioram ou melhoram a dor, doenças associadas, como obesidade, tabagismo, entre outros.

Tratamento:

O tratamento da dor na coluna deve ser personalizado e difere para as diversas patologias que podem afetar a coluna lombar.
Como a principal causa da dor na coluna na população é a lombalgia por causas mecânicas, o uso inicial de medicações sintomáticas como analgésicos e anti-inflamatórios podem ser empregados, além de repouso relativo na fase inicial dos sintomas.
O tratamento Doutor Hérnia é composto por um exame completo para chegar ao diagnóstico das disfunções do disco, são estudados exames complementares, como radiografias, tomografias e ressonância nuclear magnética, sempre correlacionando a imagem aos sintomas apresentados pelo paciente.
Para cuidar do problema sem intervenção cirúrgica, a franquia Doutor Hérnia criou um protocolo de tratamento, que contempla o ajuste mecânico gravitacional sobre o disco lesionado e gera uma descompressão discal, aliviando os sintomas.
Em sua última estatística, a franquia alcançou resultados que comprovam que os pacientes atendidos pelo método Doutor Hérnia tiveram uma capacitação total da coluna vertebral em 95% dos casos.  

Prevenção:

• Perda de peso.
• Atividades físicas regulares com alongamentos e fortalecimento, sempre orientados por profissional capacitado.
• Melhorar a postura.
• Evitar tempo prolongado em pé ou sentado.
• Manter-se psicologicamente saudável.
• Parar de fumar.




FONTE: www.folhavitoria.com.br/ Doutor Hérnia

Últimas do Blog!